Tony Luciani encara os 91 anos e a doença de sua mãe criando retratos surreais




Em 2014, a mãe do artista Tony Luciani tinha 91 anos e era incapaz de cuidar de si mesma. Tomando a responsabilidade de filho, Tony passou a cuidar de sua mãe em tempo integral, acompanhando assim a demência da mãe se desenvolver enquanto ela ainda se recuperava de uma fratura no quadril.

Inicialmente pintor, Luciani comprou sua primeira câmera na mesma época que sua mãe se mudou para sua casa. O dispositivo era como um mecanismo que ajudava-o a fazer com que sua mãe se sentisse mais produtiva e a vontade em seu novo espaço de vida.

A colaboração entre mãe e filho é retratada na série “The Stangers Ones,” uma representação surreal de como vemos a nós mesmos após certa idade, principalmente quando somos acompanhados de uma perda de memória significativa.

Em uma visão geral, Tony notou sua mãe sentindo-se mais viva, participando de algo que aflorava sua juventude e excentricidade.

|via

The post Tony Luciani encara os 91 anos e a doença de sua mãe criando retratos surreais appeared first on IdeaFixa.

…[+]

Leia o post original e completo em: Ideafixa