Mãe carrega o mesmo cartaz ha 30 anos: “Eu amo minhas filhas lésbicas.”




Frances Goldin participa ha 30 anos da Parada do Orgulho LGBT de Nova York carregando o mesmo cartaz: “Eu amo minhas filhas lésbicas. Mantenha-as seguras.” Mesmo agora, com 92 anos de idade, Frances ainda não perdeu o evento em nenhum ano sequer.

As filhas de Frances são Reeni e Sally, que cresceram no Lower East Side de Nova York com seus pais e saíram do armário logo após a primeira Parada do Orgulho LGBT em 1970. Elas falam da importância do carinho que a mãe sempre deu a elas. “Ela acredita em igualdade e justiça. No que é certo”.

Nem mesmo as filhas de Frances se recordam a primeira vez que a mãe participou da marcha com o cartaz, mas, em uma declaração ao Buzzfeed elas disseram que ele incomodava muito as pessoas, particularmente os pais que rejeitavam a condição de seus filhos.

Frances se tornou um marco para os desfiles. “Todo mundo vem correndo até ela abraçá-la, beijá-la e chorar dizendo: ‘você ligaria para a minha mãe?’ ou ‘você quer ser minha mãe?’” – explica Sally. Frances sempre disse sim. Inclusive, todas as lésbicas que a seguiam nas marchas eram chamadas de filhas. “Ela é um modelo de como os pais deveriam se comportar em relação aos seus filhos” – completa Sally.

Frances tem o costume de ligar para os pais de algumas pessoas e escrever cartas aos pais pedindo para que abram seu coração para seus filhos.

|via

The post Mãe carrega o mesmo cartaz ha 30 anos: “Eu amo minhas filhas lésbicas.” appeared first on IdeaFixa.

…[+]

Leia o post original e completo em: Ideafixa