A propaganda pornográfica usada contra Maria Antonieta reflete a imprensa machista e conservadora do século XVIII




Não é de hoje que a imprensa se vale de difamações deselegantes e métodos no mínimo questionáveis, com pouca ou nenhuma relação com a realidade, para detratar governantes ou autoridades. No século XVIII, a rainha da França Maria Antonieta não foi exatamente uma grande estadista – seu comportamento frívolo e absolutamente desconectado da dura realidade […] …[+]

Leia o post original e completo em: Hypeness